quinta-feira, dezembro 31

Ano Velho

È a última noite do ano. Está frio como é normal e é tempo de fazer balanço de 2009. Foi um ano de transição, muito complicado para mim. Houve que assumir posições, fazer rupturas. Acho que agi correctamente. Pelo menos não me arrependi. Consegui, contra quase todos, fazer vencer o que achei ser justo. Fazer por mim e pelos que não têm poder crítico.

Este fim-de-ano foi muito diferente do anterior. O que foi impossível e impensável, um pai e um filho jantarem juntos na Noite de Natal, este ano foi um dado adquirido. Sem dramas.

Vem aí o Novo Ano e as coisas ainda vão melhorar. Vamos fazer por isso.

terça-feira, dezembro 29

Carta ao Presidente

Exmo. Senhor

Presidente da Junta de Freguesia de Seda

Provavelmente ninguém sabe como nós, como foi a génese da construção da Praça. Uma obra que nunca esteve nos Planos Anuais da Junta, foi no entanto aceite quando a Câmara resolveu disponibilizar verbas para Seda, coisa rara naqueles tempos.

Em boa hora se construiu. Não se podia imaginar na altura que hoje seria impensável a nossa malha urbana sem este edifício. Além de ser um caso notável de integração e aceitação, mudou radicalmente a centralidade da vila. Pena nunca ter funcionado a 100%, o que nós já esperávamos.

Durante muitos anos foi uma grande fonte de despesas para a junta. Eu não estou de posse dos dados actuais, mas imagino que continue a ser. O que não é insólito. É um serviço que se presta á população, que logicamente tem os seus custos.

Se é lógico que a autarquia suporte os custos dum serviço público, não é menos que este deve, podendo, dar contrapartidas, isto é, ser útil. Não é aceitável que um equipamento com aquela qualidade e no centro da nossa vida social, esteja e continue em grande parte desaproveitado. Se não serve como praça, finalidade para que foi construída, mude-se o destino.

Limpo todo o espaço das bancas, rasgando as paredes do lado da rua e da escola, substituindo-as por vidro, dá, aí sim, uma excelente Sala de Leitura, de Jogos e Zona Wirless. (no centro real da freguesia)

Depois dessas modificações, que não serão muito caras, se a junta transformar a loja anexa num pequeno Quiosque, estou em crer que não terá grande dificuldade em alugá-lo.

Deixar o espaço assim como está, às moscas, é inconcebível numa comunidade com tanta falta de equipamentos. O que a ex-Casa do Povo nunca foi, por estar mal situada, pode fazer-se aqui.

Grato pela atenção dispensada,


Seda, 10 de Dezembro de 2009


terça-feira, dezembro 22

segunda-feira, dezembro 21

Diário Lampião

Benfica 1 - 0 Porto

Foi um jogo fácil, pese embora as opiniões da comunicação social feita com os andrades.

Golo: Saviola

Lar de Chança / Almoço de Natal (19/12)




sábado, dezembro 19

Vida Local

Foram hoje eleitos os novos Corpos Gerentes da Comissão de Melhoramentos da Freguesia de Seda. Lista única, difere pouco da anterior, “só” perdeu o Conselho Fiscal e um director executivo. Vai ficar em funções para o próximo triénio.


Mesa da Assembleia Geral

Presidente: ….José Adriano Silveiro

1º Secretário: Paula Susana Carreiras

2º Secretário: Maria Júlia Salgueiro


Direcção (efectivos)


João António de Jesus

Alexandre dos Anjos Rosa

Mário Gomes

Manuel Marques de Matos

Ernesto Malheiro Gabriel


Suplentes

José Alves Lourenço

José Alves Pereira

José Joaquim Navalho da Silva

Maria Joaquina C. de Jesus


Conselho Fiscal (efectivos)


Dionísio José Pereira Abaladas

António Salvado Bernardino

João Correia Cordeiro


Suplentes

João Domingos P Narciso

Domingos Fernandes Godinho

José Gualdino B. Castanho

sexta-feira, dezembro 18

Dia a Dia

Junto com os votos de Bom Natal, acabei de receber este pensamento.

" O que é mais preocupante não é o grito dos violentos, dos corruptos, dos desonestos, ou dos sem ética. O que é preocupante é o silêncio dos que são bons”

Martin Luther King:

quinta-feira, dezembro 17

quarta-feira, dezembro 16

Lar de Seda / Auto de Natal (14/12)

Menino Jesus recebe instruções da encenadora
Os três Reis Magos
Podiam ter-se lembrado de tirar os óculos ao miúdo
As merecidas palmas...
A companhia agradece, sempre sob a super-visão da Mãe Natal